Voltar para imprensa

Postado em Farma

 

FARMÁCIAS E DROGARIAS TERÃO DE VENDER ANTIBIÓTICOS SOMENTE COM RECEITA A PARTIR DE DOMINGO

- Termina no dia 28 o prazo para que as farmácias e drogarias se adaptem às novas regras da ANVISA sobre a venda de antibióticos mediante a retenção das receitas
- A Associação Brasileira dos Distribuidores Nacionais (Abradilan) afirma que para as regras terem sucesso é preciso uma adequação do sistema de saúde no Brasil
- Os estabelecimentos farmacêuticos deverão reter a receita médica de 93 substâncias, entre elas amoxicilina, azitromicina e benzatacil

Novembro de 2010 – No dia 28 de novembro termina o prazo de adaptação das novas regras dos antibióticos para as farmácias e drogarias, que a partir de então, deverão reter a receita médica para a venda de 93 substâncias, entre elas amoxicilina, azitromicina e benzetacil, que integram a lista dos mais vendidos no Brasil. Só no Brasil, o comércio de antibióticos movimentou, em 2009, cerca de R$ 1,6 bilhão, segundo dados da consultoria IMS Health.

A medida (RDC 44/10) foi criada pela ANVISA no final de outubro com o prazo de um mês para adaptação. Quem não obedecer a nova legislação pode pagar multa de até R$ 1,5 milhão.

No entanto, a medida criou polêmica no setor farmacêutico e mesmo entre os consumidores. “Temos uma grande preocupação com essa resolução, pois ela trará sérios problemas para quem precisa do medicamento. Não somos contra o controle dos antibióticos, o problema é que o sistema de saúde brasileira, apesar de todo esforço do governo, não oferece à população condições adequadas para acesso à consulta médica”, explica Aclair Machado, presidente da Associação Brasileira dos Distribuidores dos Laboratórios Nacionais (Abradilan – www.abradilan.com.br).

“Temos no Brasil cerca de 1.606 municípios sem um único hospital público. E em mil deles, só há médico uma única vez por mês. Esse triste cenário do Sistema Único de Saúde (SUS) pode separar o paciente de sua receita e, consequentemente, do seu medicamento, postergando o tratamento em muito dias, o que pode acarretar em complicações mais severas ao doente”, explica Machado, presidente da Abradilan.

Galeria de fotos
Outros releases

ASSESSORES
Sandra Takata - Tel.: (11) 2832-5507
Michele Vitor  - Tel.: (11) 2832-5504
Élida Gonçalves
 - Tel.: (11) 2832-5501

SOBRE A ABRADILAN
Constituída em 1998, a entidade tem hoje 107 associados com o objetivo de aprimorar a distribuição de medicamentos, produtos para a saúde, artigos de higiene pessoal e cosméticos no mercado brasileiro, contribuindo para o desenvolvimento e fortalecimento do mercado.
A Abradilan também é responsável pela realização da feira Abradilan Farma & HPC, única feira nacional do setor com indústrias de todos os estados brasileiros. Em 2011, a 7ª edição do evento ocorre em Belo Horizonte entre os dias 23 e 25 de março, espera reunir 200 expositores, atrair cerca de 15 mil pessoas e gerar algo em torno de R$ 200 milhões em novos negócios. Em 2005, quando houve a primeira edição da feira, 4.700 pessoas estiveram presentes.

www.abradilan.com.br
 


Assine nosso feed

Voltar para os releases de imprensa
Praça Silvio Romero, 55 - CJ. 65 - Tatuapé - São Paulo - Tel.: 11 2832-5500 (PABX)
2009 - Versatil Comunicação Estratégica - Assessoria de Imprensa